Resumo do Mês: Novembro

Estou de volta sociedade! Depois de uns meses aprendendo a ser professora e a cumprir os deveres da rotina escolar, cá estou com o blog novamente. O canal volta em dezembro, mas por enquanto espero vocês aqui mesmo. Confesso que até minhas leituras estacionaram, porém estou muito concentrada em duas obras no momento e em algumas séries muito interessantes.

E por que não compartilhar com vocês?

A título de curiosidade, sim, a vida está caótica e  quase arranquei os cabelos algumas vezes. Quando foi que ser adulto se tornou tão complicado e cheio de coisas para resolver? Algumas vezes eu até queria fazer algo, mas confesso que aproveitei os feriados todos para dormir, e dormir, e dormir só mais um pouquinho. Ser professora, empreendedora, esposa e universitária tem sido meu #desafiodasgaláxias.

 

Bom, mas vamos para o tal resumão do mês (que nem faz muito sentido porque novembro nem acabou kkk). Na real, tenho absoluta certeza que não conseguirei aparecer muito por aqui nos próximos dias, e quiçá no restante do mês, então já vamos adiantar a conversa que é melhor!

Lendo

Dizem que a esperança é a última que morre. E assim prossigo na tentativa de finalizar A Peste, do Albert Camus. Não é que não gostei da obra, mas sua leitura é densa, angustiante e não consegui dar a atenção devida com tantas redações para corrigir. A coisa boa é que voltei a colocá-lo na mochila, então, enquanto volto pra casa de ônibus, me coloquei a meta de finalizá-lo até o fim deste mês. Me cobrem uma resenha depois, ok?

Outra leitura que estou nos finalmente é O Exército de um Homem Só, do Moacyr Scliar. Essa foi uma grata (e engraçada) surpresa que minhas aulas de literatura me proporcionaram neste semestre. Mayer é um dos personagens mais excêntricos que já conheci e estou completamente fascinada em sua disposição em ver a vida de forma tão utópica. Com certeza iremos conversar sobre esse livro por aqui (e no canal também! Aproveita e já se inscreve).

leituras-atuais

Assistindo

Meu senhor amado, não sei o que sentir em relação a 3 séries que comecei no último mês. A primeira da lista é Outlander. Não sei se existem palavras para descrever aquele cenário incrível da Escócia somado a uma história envolvente, mítica e com todos os elementos de antiguidade que amo absurdamente. Não gosto muito de ler os livros que são adaptados para filmes, porque acho que perde um pouco da graça, mas sempre há exceção para tudo nesta vida.

A segunda série que comecei foi Call the Midwife. No começo eu achei os episódios um pouco lentos e quase desisti. Porém com o passar no tempo a história ganha personagens ricos e, o que mais gosto nesta série, humanos. Narrado por uma parteira no fim dos anos 50, os episódios se entrelaçam entre a vida dos moradores do subúrbio do Londres e a própria vida das parteiras da Casa Nonato. Ainda bem que dei uma chance!

Alias Grace foi a última série que terminei esse mês. Ela não é muito grande, porém os 6 episódios me fizeram sair correndo para comprar o livro (olha eu quebrando minhas regras). Com certeza ainda vamos falar sobre essa obra de Margaret Atwood que foi recentemente adaptada pela Netflix. Entrou para a minha lista de favoritos de 2017.

Empreendendo

As coisas na Patiá estavam a todo vapor, mas agora estamos entrando em uma época de baixas, porém planejando os novos rumos para 2018. Muita coisa mudou neste semestre e a empresa também. Entramos de férias logo mais, porém preparando vários projetos novos para o novo ano que se aproxima.

Assuntos Capilares

Decidi deixar meus cabelos assumirem seu formato natural: o ondulado. Com a correria do dia a dia me liguei que não tenho mais paciência para morrer sentada num salão fazendo progressiva, muito menos em casa, alisando as madeixas com a chapinha. Fui lá, comprei um monte de produtinhos ma-ra para cabelos ondulados e estou testando. Só pela hidratação já daria umas 5 estrelas.

Pois estão é isso! Estou de volta, estou na correria, porém com a mesma cara lavada de sempre para falar sobre todas as minhas descobertas literárias e da vida. A gente vai, mas volta. E assim levamos a vida. O que andam fazendo?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s